Com qual frequência a criança deve ir ao pediatra?

Atualizado: Abr 16


Com qual frequência a criança deve ir ao pediatra: consulta com pediatra em Novo Hamburgo

De acordo com uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, depois de analisar mais de 20 mil crianças, os especialistas descobriram que aquelas que não comparecem à quantidade recomendada pela Academia Americana de Pediatra até os 3 anos de idade correm duas vezes mais risco de serem hospitalizadas. As chances duplicam em caso de doenças crônicas, como asma e problemas do coração. Isso porque essas famílias que perdem as consultas, perdem também a oportunidade de intervenção preventiva e detecção precoce de problemas.


Os responsáveis pela criança não devem levá-la ao pediatra somente em ocasiões de doença, mas seguir as indicações de frequência para as consultas para o auxílio na prevenção de problemas de saúde, além de servirem para o esclarecimento de dúvidas, orientações sobre a rotina da criança e as melhores formas de cuidar dela através da recomendação de vacinas e exames necessários.


Ainda antes do final da gestação uma consulta pré-natal pediátrica é importante para as primeiras orientações sobre o nascimento do bebê, estadia na maternidade e cuidados necessários para os primeiros dias de vida. Além disso, serve também para os pais conhecerem o seu pediatra escolhido e iniciarem um laço de confiança que deverá durar toda a infância.

Após a alta da maternidade, o bebê precisará ir ao pediatra para as avaliações de crescimento e desenvolvimento, prevenção e diagnóstico de doenças, solicitações de exames e, principalmente, orientações aos pais e esclarecimento de dúvidas.


Em suas consultas, o pediatra avalia:

  • Estado nutricional

  • Alimentação

  • Crescimento

  • Sono

  • Vacinas

  • Desenvolvimento neuropsicomotor

  • Desempenho escolar

  • Saúde mental

  • Rotina de atividades físicas diárias

  • Desenvolvimento da puberdade e sexualidade

  • Capacidade auditiva e visual

  • Saúde bucal

  • Doenças preveníveis

  • Doenças estabelecidas

A recomendação ideal da frequência de consultas leva em consideração os diferentes marcos do desenvolvimento e diferenças nas fases de crescimento da criança, além da necessidade de orientações e condutas específicas em determinadas datas.


Veja a seguir a indicação de frequência para consultas de revisão com o pediatra:

* A frequência recomendada por pediatras pode ser diferente a recomendada pelo Ministério da Saúde para a atenção básica.

* Condições especiais necessitam de frequência diferente de visitas ao pediatra.


Não espere para cuidar da saúde do seu filho somente quando ele estiver doente. Previna doenças e garanta um crescimento saudável.

Agende uma consulta com pediatra aqui. Se preferir, agende pelo WhatsApp.


102 visualizações