Calendário de vacinação da gestante - Sociedade Brasileira de Imunizações

Atualizado: Ago 19

Recomendações da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) para vacinação em gestantes – 2020/2021

Vacinas que devem ser tomadas na gravidez: Influenza, Hepatite B, Tríplice bacteriana acelular adulto (dTpa) ou Dupla adulto (dT)

A vacinação durante a gestação é fundamental para a prevenção de sérias doenças que podem prejudicar a mãe e seu bebê. Infecções durante a gestação trazem sérios riscos, como má-formações, parto prematuro, transmissão de doenças para o bebê e até mesmo aborto. Em alguns casos, há inclusive o risco ao bebê com uso das próprias medicações contra determinadas doenças.


Vacinada, a gestante protege a si e ao seu filho. Anticorpos são passados pela placenta e, após o nascimento, pelo leite materno.


Vacinas recomendadas para grávidas:

  • dTpa (tríplice bacteriana acelular do tipo adulto): previne contra difteria, tétano e coqueluche.

  • dT (dupla bacteriana adulto: previne contra difteria e tétano). Indicada quando a gestantes não-vacinadas ou com histórico vacinal desconhecido.

  • Hepatite B: previne contra a Hepatite do tipo B, grave doença crônica que pode ser transmitida ao bebê.

  • Influenza (gripe): protege contra a gripe, doença de alto risco para o grupo das gestantes.

* Em 2021 passou a ser indicada também a vacinação contra COVID-19 para gestantes no Brasil.



Vacinas recomendadas em situações especiais para grávidas:

  • Hepatite A ou Hepatite A+B: em situações de risco de exposição em regiões de alta prevalência de Hepatite A.

  • Pneumocócicas: feita em gestantes com risco para Doença Pneumocócica Invasiva.

  • Meningocócicas conjugadas C ou ACWY: indicada em situação de risco epidemiológico e/ou presença de comorbidades de risco para Doença Meningocócica.

  • Meningocócica B: indicada em situação de risco epidemiológico e/ou presença de comorbidades de risco para Doença Meningocócica

  • Febre amarela: normalmente é contra-indicada na gestação, mas pode ser considerada em situações especiais em que os riscos da infecção superem os riscos da vacina.



Vacinas contra-indicadas para grávidas:

  • Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola).

  • HPV4 (papiloma vírus humano tetravalente).

  • Varicela.

  • Dengue.

35 visualizações